Recent Posts
Featured Posts

Tumor ósseo tem cura?


Como qualquer outro órgão do corpo humano, os ossos também são sítio de tumores benignos e malignos. Os sintomas dos tumores ósseos podem variar desde somente um quadro de dor inespecífica até uma fratura secundária ao enfraquecimento do osso. Existe um grande mito popular que o câncer ósseo não tem cura, o que sem dúvida não corresponde à realidade clínica.

Os tumores ósseos malignos podem ser de dois tipos. Chamamos de tumores primários àqueles que têm sua origem no tecido ósseo.

Um outro grupo de doenças, totalmente diferente sob o ponto de vista de tratamento e abordagem, diz respeito às metástases ósseas. Os tumores que mais frequentemente apresentam metástases para o osso são o câncer de mama, pulmão, próstata, rim e tireóide.

Nestes casos, o tratamento ortopédico visa a qualidade de vida do paciente, focando na restituição da mobilidade e no controle da dor.

Os tumores primários do osso mais frequentes são o osteossarcoma e o tumor de ewing. Estes tumores são mais comuns na infância e na adolescência e o seu tratamento deve ser focado na quimioterapia associada à cirurgia para ressecção do tumor. Atualmente, com o desenvolvimento dos medicamentos e dos protocolos de quimioterapia, há possibilidade de cirurgias preservadoras do membro na grande maioria dos casos.

As cirurgias preservadoras dos membros são muito estudadas nos grandes centros de oncologia ortopédica mundial. Uma vez que a cirurgia para retirar o tumor leva à grandes falhas ósseas, sempre há necessidade de realizar a reconstrução do membro. Esta etapa é de extrema importância no tratamento e deve sempre preconizar técnicas consagradas na literatura mundial.

As técnicas consolidadas de reconstrução do segmento acometido pelo tumor são as próteses internas (substituem segmentos ósseos) e os enxertos ósseos, os quais podem ser do próprio paciente ou podem ser oriundos de bancos de ossos. Cada caso deve ser cuidadosamente avaliado pelo cirurgião ortopedista, pois as diferentes técnicas tem indicação precisa e individualizada.

Neste grupo de doenças graves não há espaço para tratamentos alternativos e não consolidados pela literatura medica internacional. Os tumores ósseos têm cura quando tratados precocemente e da maneira adequada.

Follow Us
Search By Tags
Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square