Recent Posts
Featured Posts

O que significa ter metástase óssea


O que é metástase?

Quando o câncer se espalha além do local onde começou (sítio primário) para outras partes do corpo é denominado metástase. A metástase pode ocorrer quando as células cancerosas viajam através da corrente sanguínea ou dos vasos linfáticos para outras áreas do corpo.

Muitas das células cancerosas que se desprendem do tumor primário morrem sem causar quaisquer problemas. Mas, algumas chegam a uma nova área, onde começam a crescer e formar novos tumores.

Às vezes, os tumores metastáticos são diagnosticados durante os exames realizados para o diagnóstico do câncer primário.

Em alguns casos nenhuma metástase é encontrada no momento do diagnóstico inicial. Outras vezes, elas são encontradas após o término do tratamento. Quando o câncer volta após o tratamento, é denominado de recidiva. A recidiva não é a mesma coisa que a metástase. Quando o câncer volta como metástase, é denominado de recidiva à distância e pode ser devido a que algumas células cancerosas que haviam se desprendido do tumor primário sobreviveram ao tratamento inicial do câncer. Estas células viajaram através dos vasos sanguíneos ou linfáticos do corpo e começaram a crescer em novos locais.

Tipos de câncer diferentes tendem a se espalhar para locais diferentes, mas, os locais mais comuns incluem os ossos, fígado, cérebro e pulmões.

O que significa ter metástases ósseas?

O osso é a estrutura de suporte do corpo. Os ossos são constituídos de células, uma rede de tecido fibroso denominado matriz, e minerais como o cálcio dando ao osso resistência e consistência.

O osso contém dois tipos principais de células. Os osteoblastos que são as que formam um novo osso, e os osteoclastos que são as células que eliminam o osso velho. O novo osso é sempre formado enquanto o osso velho está sendo eliminado. Isso ajuda a manter os ossos fortes.

Entender um pouco sobre estes dois tipos de células ajuda a compreender como as metástases ósseas crescem, e como alguns medicamentos agem para tratar as metástases ósseas.

Alguns tipos de câncer começam no osso, ao invés de se espalharem para os ossos. Os cânceres que começam no osso são denominados cânceres ósseos primários. Estes cânceres são muito diferentes das metástases ósseas. A metástase óssea é muito mais comum do que os cânceres ósseos primários, principalmente em adultos.

Muitos pacientes com câncer desenvolverão metástases ósseas em algum momento de sua doença. Os ossos são locais de metástases para determinados tumores, como câncer de mama e câncer de próstata.

As metástases podem ocorrer em qualquer osso no corpo, mas, são mais frequentemente encontradas nos ossos, próximos ao centro do corpo. A coluna vertebral é o local mais comum de metástase óssea. Outros locais comuns são o osso do quadril (pelve), osso da perna (fêmur), osso do braço (úmero), costelas e crânio.

Depois que o câncer se disseminou para os ossos ou outros locais do corpo raramente é curável. Mas ainda pode ser tratado para reduzir, bloquear ou retardar seu crescimento. Mesmo que a cura não seja mais possível, o tratamento aumenta a sobrevida do paciente.

O tratamento geralmente ajuda a diminuir as metástases ósseas e aliviar os sintomas. Em algum momento, o tratamento específico pode parar de responder. Mas, existem outros tratamentos que podem aliviar os sintomas e fazer o paciente se sentir melhor. Nesse momento, o objetivo é que você se sinta o mais confortável possível. Certifique-se de que você está recebendo tratamento para quaisquer sintomas que possa ter, como dor ou constipação. Este tipo de tratamento é denominado de tratamento paliativo.

O tratamento paliativo ajuda no alívio dos sintomas, mas não é curativo na maioria dos casos. Seu principal objetivo é melhorar a qualidade de vida do paciente. Às vezes, os tratamentos para controlar os sintomas são os mesmos que aqueles utilizados para tratar o tumor primário, como radioterapia para aliviar a dor óssea ou quimioterapia para reduzir o tamanho do tumor, para impedir que ele bloqueie o intestino ou pressione os nervos.

Em algum momento, você pode optar por receber apenas cuidados paliativos. Os cuidados paliativos são a atenção que se oferece ao paciente para tratar os sintomas provocados pela doença, aliviar o sofrimento e melhorar sua qualidade de vida.

Os cuidados paliativos não são de maneira alguma sinônimo de "não há mais nada a fazer”, lembre-se que sempre existe algo que pode ser feito. Significa apenas que o foco de sua atenção está em viver a vida da forma mais completa possível e se sentindo tão bem quanto você pode, nesta fase difícil de seu câncer.

Quando os sintomas da doença aumentam o foco do tratamento começa a mudar para o controle dos sintomas com o objetivo do pacientes se sentir melhor e mais confortável.

Agora é a hora de fazer as coisas que você sempre quis fazer e parar de fazer as coisas que você não quer mais fazer.

Follow Us
Search By Tags
Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square